Como funciona

Crie sua conta na ODAPP. Se você é um profissional ou responsável pelo cuidado da pessoa com autismo ou com outro transtorno do desenvolvimento, baixe o app Android/iOS. Se você é uma clínica, acesse o site app.odapp.com.br. Ou ainda, se é um plano de saúde entre em contato conosco. Com as contas criadas, todos passam a ser clientes da ODAPP estando sujeitos aos Termos de Uso e Política de Privacidade.

A ODAPP é uma plataforma, ou seja, seus usuários podem se conectar. A clínica primeiro se vincula aos pacientes e aos profissionais para depois estabelecer a relação entre eles. A vinculação direta entre o profissional autônomo e o paciente só ocorre quando não há uma clínica envolvida (atendimento particular). Se aprovada a solicitação de vínculo, as partes poderão se relacionar em ambiente privado e seguro. Por exemplo, profissionais que atendem um mesmo paciente podem trocar informações acerca de sua evolução.

Dentro do ambiente privado e seguro, clínicas ou profissionais autônomos montam a documentação da jornada dos pacientes: anamneses, avaliações e planos de intervenção individualizados. Durante os atendimentos, os registros de dados qualitativos e quantitativos da jornada podem ser feitos usando um aplicativo de celular que substitui os registros em papel ou prontuário médico. Tão logo os registros são feitos, gráficos e relatórios são gerados automaticamente bem como indicadores de desempenho do paciente.

A família também pode participar do tratamento, ora apenas acompanhando online os registros feitos pelos profissionais ora fazendo seus próprios registros em casa. O mesmo vale para o professor dentro da sala de aula. Todos integrados num só ambiente privado, seguro e controlável.

Havendo necessidade de encerrar o vínculo com um usuário, por exemplo um paciente ou profissional que deixa o tratamento, as anamneses, avaliações e planos de intervenção individualizados  ora compartilhados voltam a ficar disponíveis apenas para quem os criou e enviou. Os registros históricos também ficam guardados com segurança e disponíveis inclusive para seu titular, os pacientes.

Quem usa

Profissionais e cuidadores: Psicólogos, Psicopedagogos, Fonoaudiólogos e Terapeutas Ocupacionais, Acompanhantes Terapêuticos, Pediatras, Professores, auxiliares e AEE, pais e mães, Gerentes e Supervisores envolvidos na rotina clínica e administrativa de pessoas com autismo ou com outro transtorno do desenvolvimento.

Onde usa

Em casa, na escola e na clínica (tudo integrado num só ambiente privado, seguro e controlável). Um aplicativo para celular é utilizado para enviar as orientações de cuidado (anamneses, avaliações e planos de intervenção individualizados). O mesmo aplicativo é utilizado por quem recebe essas orientações para registrar as observações e resultados alcançados.

Para clínicas

Independente da quantidade de pacientes, se o profissional trabalha com treino e supervisão à distância de pais ou se presta serviço presencial de intervenção comportamental baseada em ABA (incluindo a gestão de equipes com Analistas do Comportamento Supervisor, Coordenador e Aplicadores), a plataforma é flexível e atua em 3 níveis:

  1. Estratégico: gerenciamento de toda linha de cuidado e jornada do paciente
  2. Tático: gestão da equipe, agenda de atendimentos e orientação de pais
  3. Operacional: coleta de dados – antes em papel e agora pelo celular

No nível estratégico, a plataforma permite planejar toda a linha de cuidado e jornada do paciente:

Entrevista com os pais – Avaliação da criança – Montagem do PDI

Reavaliação – Ajuste do PDI – Reavaliação – Ajuste do PDI …

Instrumentos de rastreio, protocolos de avaliação e anamneses, programas e planos terapêuticos personalizados pela própria clínica podem ser montados dentro de sua biblioteca terapêutica dentro do sistema. A partir daí, é só encaminhar para o aplicativo de celular dos terapeutas, at ou famílias (Sim! As famílias podem participar das coletas de dados em domicílio ou simplesmente acompanhar o que é feito dentro da clínica). Um painel resumo com indicadores de desempenho de todos os atendimentos fica disponível em tempo real para apoio a tomada de decisão tão logos os registros de dados são feitos.

No nível tático, usuários cadastrados como Supervisores podem administrar a biblioteca terapêutica (edição, exclusão, inclusão de materiais) e acompanhar o desempenho de um conjunto pré-definido de pacientes. Relatórios, gráficos e indicadores de desempenho tanto dos pacientes quanto dos profissionais que realizam as coletas de dados podem ser acessados pelo sistema web. Agenda de atendimentos presenciais e remotos com uso do app (vídeo-chamada) para o treino de pais e supervisão à distância podem ser administrados com rapidez e simplicidade.

No nível operacional, toda a coleta de dados é feita pelo celular através de um aplicativo que pode ser usado dentro da clínica, na escola ou em domicílio pelos pais, at, terapeutas, Supervisores ou auxiliar na escola. Anamneses, avaliações, programas de ensino e atividades constantes nos Planos de Desenvolvimento Individuais que foram enviadas podem ser acessadas pelo app onde os registros são feitos de forma simples e rápida. Com uma interface intuitiva, o aplicativo possui recursos como upload de imagem e video-modelagem para ilustrar e facilitar o entendimento dos treinos e preenchimento das fichas de registro em formato de formulário eletrônico. Além disso, os comentários e evolução diária podem ser feitas através de ditado (o app converte a voz em texto e gera o relatório automaticamente em PDF).

Além desta forma assíncrona (offline) de intervenção, ou seja, realizar os atendimentos no local e horário de maior conveniência para o paciente, profissional ou cuidador, o aplicativo disponibiliza de forma síncrona (online) o agendamento de video-chamada para treino e supervisão de cuidadores (especialmente, pais em domicílio) com recursos para registro da data, hora de início e fim do atendimento bem como assinatura digital dos participantes para fins de registro de presença. Tudo fica armazenado na pasta digital do paciente para rápida e fácil consulta.

Por fim, a plataforma contará em 2023 com o MIG, nosso terabot (terapeuta robô ou terapeuta virtual) que utiliza inteligência artificial para “aprender” com os dados do paciente e propor para seu terapeuta ajustes em seu Plano de Desenvolvimento Individualizado (PDI) que melhor se encaixem em seu perfil de desenvolvimento. O MIG assim como toda a plataforma atende a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) e os códigos de ética dos respectivos conselhos de Medicina, Psicologia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional. Em caso de dúvidas, mande uma mensagem para lgpd@odapp.com.br. Ele conta com financiamento público proveniente do Conselho Nacional de Pesquisa – CNPq para apoio a empresas de tecnologia no Brasil.

Nosso objetivo é democratizar o acesso ao tratamento de pessoas com transtornos do desenvolvimento em especial o autismo e por isso tentamos deixar nossa Política de Privacidade o mais simples possível – mas, caso ainda tenha dúvidas, fale conosco pelo email contato@odapp.com.br.

A Política de Privacidade da ODAPP foi criada para mostrar o nosso compromisso em sempre tratar os seus dados pessoais com segurança, privacidade e transparência. Ela pode ser acessada aqui e descreve os dados pessoais que coletamos, como eles são usados, armazenados e compartilhados e os seus direitos em relação a esses dados. Os Termos de Uso também podem ser acessados aqui.

%d blogueiros gostam disto: